Por que a gente complica tanto?


Publicado em 14/05/2018

Acho que a maturidade faz a gente ver a vida de maneira mais simples. Ou, pelo menos, faz a gente tentar viver de maneira mais simples. Nem sempre dá certo, mas pelo menos se esforça pra isso. O que não dá é pra ficar dando voltas e mais voltas se a gente já sabe qual é o destino.
E como a gente aprende com os erros da gente e dos outros, vez ou outra, acabo analisando o comportamento alheio. Acabo rindo sozinho de algumas situações e fazendo a famigerada pergunta:
– Por que a gente complica tanto?
Sim, nós complicamos. Alguns mais, outros menos… Mas todo mundo se perde um pouco diante da vida e complica o que não precisa complicar.
Se você está a fim de alguém, por que faz charminho durante tanto tempo para aceitar um pedido de namoro (desculpa aí, hoje ninguém pede, né…)?
Se, na intimidade de seu relacionamento, alguma coisa não está funcionando, por que não diz pro parceiro?
Se você quer convidar alguém pra sair, por que passa dias pensando nas reações da pessoa, sofrendo com a possibilidade do “não” ao invés de ir falar logo e ver o que acontece?
Se você sabe que vai ter de fazer um determinado trabalho, por que fica colocando obstáculo, reclamando, murmurando… ?
Se você precisa muito do favor de alguém, por que passa dias e dias pensando em como falar?
Por coisas que a gente acredita, por bloqueios que desenvolvemos ao longo de nossas experiências, acabamos complicando o que poderia ser simples. Tornamos a vida mais difícil. Na maioria das vezes, pra nós mesmos.
Quem cria complicações, perde oportunidades.
Esses bloqueios quase sempre são frutos de nossa mente. São inseguranças, medos. Fantasmas criados por nós mesmos ou originados em experiências mal sucedidas. E, se estão no reino da subjetividade, só a gente pode enfrentá-los. Um terapeuta pode até ajudar, um conselheiro experiente também. Mas nenhum deles vai botar a mão lá dentro de nosso cérebro e arrancar de nós aquilo que faz a gente travar diante de determinadas situações.
E dá pra descomplicar. Dá um pouco de trabalho… Mas é possível tornar as coisas mais fáceis. Claro, não é assim, como alguns dizem: “basta querer”. Tem um processo. É preciso confrontar a si mesmo. Olhar pra dentro de si, reconhecer o que está impedindo de fazer as coisas e enfrentar os próprios medos. Num passo de cada vez, é possível fazer uma caminhada. Só não pode ficar parado esperando que um dia tudo esteja resolvido. A vida não se resolve em passes de mágica; carece de atitude. De gente de atitude. Você vai conhecer o fracasso algumas vezes. Mas o fracasso não se sustenta diante de alguém disposto a lutar.

ArautoFM




Acho que a maturidade faz a gente ver a vida de maneira mais simples. Ou, pelo menos, faz a gente tentar viver de maneira mais simples. Nem sempre dá certo, mas pelo menos se esforça pra

RADIO ARAUTO FM - VERA CRUZ
(51) 3718-3800 (estúdio)
(51) 3718-3400 (comercial)
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
RADIO ARAUTO FM - SANTA CRUZ DO SUL
(51) 2109-0066 (recepção)
Rua Venâncio Aires, esq. Galvão Costa, nº 5
Santa Cruz do Sul - CEP: 96810-204
Copyright © 2017 Rádio Arauto FM - www.arautofm.com.br